1st Floor New World. +998556778345 demo@example.com

Bandeiras & Objetivos

Educação

Tem como objetivo aprimorar a legislação estadual e também elaborar estudos e propostas para a melhoria das políticas públicas educacionais. É preciso garantireducação de qualidade para alunos da rede estadual de ensino em escolas que façam sentido para realidade dos jovens de hoje que buscam não só conhecimento acadêmico, mas construção de projeto de vida.


Educação pública com a qualidade da gestão privada

O Estado de São Paulo é uma das maiores economias da América Latina concentrando boa parte do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Temos a responsabilidade de assumir papel protagonista na busca por avanços na educaçãorevolucionando o modelo de ensino público brasileiro, com medidas que melhorem os incentivos da gestão das escolas públicas.

O fraco desempenho educacional do estado nos exames PISA e Prova Brasil deixa claro o falimento generalizado de nossas escolas. Nesse sentido, parcerias com o setor privado e o terceiro setor devem ser consideradas visando aproximar e facilitar o acesso das famílias de baixa renda às escolas particulares.

Além disso, embora existam muitos bons professores e funcionários na rede pública, eles acabam soterrados pela burocracia e têm seu trabalho dificultado pela política e pelos maus profissionais que trabalham ao seu lado. Essa é outra grande questão a ser enfrentada.  

Vale escola para alunos de baixa renda estudarem em escolas particulares

Trata-se de programa que dará bolsa de estudos para alunos de baixa renda que preferirem estudar em escolas particulares ao invés de públicas. Mesmo custo, mais qualidade e oportunidades. A família terá alternativa para seus filhos estudarem numa instituição de melhor qualidade, pois ao invés do governo investir em escolas, esse dinheiro da educação pode ir diretamente para a mão das famílias para que os pais escolham em que escola particular colocar seus filhos.

Vários índices mostram que a educação privada tem desempenho superior à pública. Por isso é importante que que as escolas que se inscreverem no projeto sejam de boa qualidade e que os alunos recebedores do Vale-Escola estejam aptos para continuar os estudos na rede privada.

Priorização da Educação Básica

Em países como Dinamarca, Itália, Coreia do Sul e Polônia o gasto com o estudante do ensino primário é maior do que o gasto individualizado com o ensino superior. O nosso mandato segue nessa mesma linha de prioridade à educação básica.

Os alunos das universidades públicas são em sua maioria de classe média alta, vieram de escola pública e fizeram cursinho pré-vestibular. A fim de corrigir essa distorção, universitários de renda mais alta poderiam pagar pelo ensino superior em suas universidades públicas de acordo com os ganhos mensais familiares. Com essa inciativa, além de prover um financiamento mais adequado para nossas universidades, esse investimento permitirá a destinação de mais recursos ao ensino básico.

Aprimoramento da carreira docente

Priorizar a educação também significa aprimorar a carreira docente. Infelizmente, a falta de valorização e estímulo do profissional acaba afastando bons profissionais e deixando de preparar os profissionais de educação.

A atividade prática de sala de aula deve começar desde o primeiro semestre de formação dos universitários da carreira visando fortalecer o ato de ensinar. O futuro professor deve começar como observador de profissionais mais experientes até que, no desenvolver do curso, ele próprio possa lecionar e ser objetivamente avaliado. Nenhuma verdadeira reforma de ensino será possível sem uma mutação da prática pedagógica em nossas salas de aula.

Expansão do Ensino Técnico

O novo ensino médio deve ser flexível para que os alunos possam ter no currículo escolar disciplinas mais práticas e profissionalizantes disponíveis para escolha.

Os alunos de ensino médio não precisam esperar a formatura para iniciar ensino técnico profissionalizante. Aqueles que decidirem trilhar essa disciplina no ensino médio poderiam participar de atividades profissionalizantes que aumentariam engajamento e perspectivas profissionais dos alunos que correm maior risco de desengajamento.

Acreditamos que atividades profissionalizantes podem ser oferecidas em parcerias com empresas privadas e organizações sociais de modo a trazer diretamente as práticas do ambiente de trabalho para dentro da experiência escolar. Ao fortalecer o ensino médio com uma educação mais técnica, nosso jovens estarão desde a escola participando de atividades que facilitem sua inserção produtiva no mercado de trabalho.


Plano de metas com estratégias claras

Além da medição de desempenho dos alunos em provas, os planos de metas devem envolver pontualidade e avaliação do ambiente, assim como, formação continuada para professores, reforço para alunos e atividades extracurriculares.

Acompanhamento do aprendizado dos alunos

Professores e coordenadores devem saber quais habilidades cada aluno já adquiriu e quais ainda devem ser adquiridas. Trata-se de um trabalho contínuo e diário, e não apenas de uma avaliação de fim de bimestre. Avaliações contínuas permitem a identificação imediata de problemas de aprendizado permitindo à equipe docente interferir com rapidez, diminuindo as dificuldades dos alunos.

Fiscalização do Poder Executivo

Como Deputado Estadual, minha função é legislar de acordo com os interesses da população e fiscalizar o trabalho do governador. Estarei sempre fiscalizando e controlando os atos da administração no que tange a execução orçamentária, contas, contratos e cumprimento das ações inerentes ao Poder Executivo. Nesse sentido, também irei investigar e averiguar a ocorrência de ilícitos em fatos determinados propondo soluções através das Comissões Parlamentares de Inquérito.

 

Combate a corrupção

Brasil tem uma triste tradição de escândalos envolvendo políticos que realizam operações fraudulentas com o dinheiro público para benefício pessoal. A corrupção está ligada a vários fatores, principalmente a falta de transparência no trato do bem público, especialmente durante a realização de grandes negócios, como privatizações.

Fim de privilégios e Transparência

Brasil tem uma triste tradição de escândalos envolvendo políticos que realizam operações fraudulentas com o dinheiro público para benefício pessoal. A corrupção está ligada a vários fatores, principalmente a falta de transparência no trato do bem público, especialmente durante a realização de grandes negócios, como privatizações.